quinta-feira, 20 de maio de 2010

[Gramática] - Diferença entre as partículas 는/은 e 가/이

Assunto de grande repercussão entre os estudantes de língua coreana. Depois de tanto tempo prometendo abordar esse assunto, finalmente estou cumprindo com minha palavra (aeeee, Mila!). Se vocês vão entender ou não, aí são outros 500... hahaha! Mas vou me esforçar para explicar :)

Bom, primeiramente, temos que destrinchar cada uma das partículas para compreendê-las e depois compará-las.
Já postei no blog explicações básicas sobre cada partícula:


Mas como complementação esse post vai ser essencial.

A maior dificuldade dos estudantes em relação a essas duas partículas é que elas não possuem usos tão específicos quanto as outras partículas (에, 도, 와, 의 etc.), além de não existirem na gramática da língua portuguesa. Então acaba havendo um estranhamento no uso a partir da nossa noção de gramática.

Comecemos do começo: usa-se quando não há uma consoante imediatamente antes a ela, ao passo que usa-se quando há uma consoante imediatamente antes a ela. De forma análoga, é correspondente ao e é correspondente ao em relação ao uso. Portanto:

나는 e 물은 estão corretos
나은 e 몰는 estão incorretos

비가 e 책이 estão corretos
비이 e 책가 estão incorretos

Uma característica em comum entre ambas é que elas introduzem o sujeito. Então, como diferenciá-las?

De uma forma geral, a primeira coisa que você precisa ter em mente sobre elas, é:
  • 가/이 é usado quando a parte que vem antes da partícula é a mais importante da sentença (a parte que você está interessado); 
  • 는/은 é usado quando a parte mais importante da sentença está localizada depois da partícula.

Ou seja:

______ ______.

______ ______.

__ : parte mais importante da sentença

Mas como assim?
Bom, quando você pergunta "Quem ainda não veio?", o seu foco é em qual parte da sentença? No "quem", não é? Você não está tão interessado em saber o que eles fizeram, mas quem são.

Pois bem. Se o foco está nessa parte, é exatamente nessa parte que vai o :
아직 안 왔어?

누가 é a forma reduzida e mais atual de 누구가 (누구 = quem), a qual está caindo em desuso, apesar de gramaticalmente correta. E 아직 = ainda.


Agora vamos ver cada partícula separadamente.

는/은

Basicamente, esta partícula introduz um tópico sobre a qual você quer comentar ou dar algum detalhe em seguida.

Vamos ver alguns exemplos:

1. 타나카씨 책을 썼어요.

2. 타나카씨 책을 썼어요.

Qual a diferença das duas frases?
Nas duas sentenças, a tradução seria "O Sr. Tanaka escreveu um livro."
Sr. Tanaka = sujeito

Entretanto, exclusivamente na sentença 1, a tradução poderia ser mais especificamente:

Quanto ao Sr. Tanaka, (ele) escreveu um livro.

Ou seja, colocamos o Sr. Tanaka em evidência e adicionamos informações detalhadas sobre ele logo em seguida. Na sentença 2, Sr. Tanaka é simplesmente o sujeito da oração.

Vamos mudar a ordem da sentença para entendermos melhor:

3. 타나카씨 썼어요.

Quem é o sujeito agora? O livro, né?

NÃÃÃO!!!
Oras, continua sendo o Sr. Tanaka! :) O que acontece é que o livro passou a ser o tópico da sentença. Ou seja, ao colocarmos o após o , iniciamos um detalhamento sobre ele, um tópico frasal.

Então, a tradução mais correta seria:

Quanto ao livro, o Sr. Tanaka escreveu.

Porém, podemos lê-la também como "O Sr. Tanaka escreveu um livro.".




Veja que não falamos em voz passiva. O que acontece aqui é somente uma mudança do conjunto [tópico-objeto] para o conjunto [tópico-sujeito].

Outros exemplos:
4. 마리아씨 차를 샀어요.
Quanto à Sra. Maria, (ela) comprou um carro.
A Sra. Maria comprou um carro.

5. 마리아씨 샀어요.
Quanto ao carro, a Sra. Maria comprou.

6. 아무리 바쁘더라도 식사 해야지!
Não importa o quão ocupado você esteja, você tem que comer!

식사 하다 é fazer refeição.
Veja que o está em 식사 (refeição), ou seja, a ênfase está na parte que vem depois da partícula, que é o 하다 (해야지) - "fazer refeição".
"Quanto a comer/refeição, é algo que você tem que fazer!", e não "Comer é o que você tem que fazer".
 Há uma diferença aqui na ênfase. A primeira sentença diz que há algo chamado refeição e que você deve fazê-la. A segunda sentença diz que a pessoa precisa fazer algo, e que esse algo é comer (como se estivesse utilizando o ). Portanto, é a primeira sentença que vale. É a ênfase em  "fazer" algo, que no caso é a refeição (tópico).


7. 오늘 좋아요.
Aqui, o tópico da sentença é 오늘, ou seja, "hoje":

Quanto a hoje, está bom. / Em relação a hoje, está bom.

Mas o que está bom? Poderia ser uma resposta à pergunta "Quer sair? Pode ser hoje ou prefere amanhã?"
Podemos complementar com o sujeito e dar outra nuance:

8. 오늘 날씨 좋아요.
Hoje, o tempo está bom.

Agora acho que ficou mais claro, não?

Ouça as frases aqui:




Vamos contrastar com a partícula .


가/이

Como explicado antes, ao usarmos essa partícula, a parte da sentença que mais nos importa é a que vem antes dela. Você está mais interessados em saber quem fez o quê do que o que foi feito.

Vamos pegar os exemplos já dados:

Se eu perguntasse:

1. 누 이 책을 썼어요?
Quem escreveu este livro?

Alguém poderia responder:

2. 타나카씨 썼어요.
O Sr. Tanaka quem escreveu.

Ou o próprio Tanaka levantar a mão e falar:

3. 제 썼어요!
Eu que escrevi! 

Aqui podemos perceber que a ênfase não está no ato de escrever, mas em quem escreveu, que é o Sr. Tanaka (e não o Sr. Kimura ou a Sra. Sato). :P

Se a pessoa dissesse: 
타나카씨 쌌어요.

teríamos algo como "O Sr. Tanaka, ele escreveu"
Não cabe muito bem, né? É por isso que na própria pergunta já vem o acoplado (누가), pois a ênfase é dada à parte anterior à partícula.

Outros exemplos:

4. 나는 김치 먹고 싶다.
Eu quero comer kimchi. / Quanto a mim, o que quero comer é kimchi. (Kimchi é o que eu quero comer, e não outra coisa)

Aqui, a ênfase é dada ao kimchi, que é o objeto de desejo do esfomeado. Se colocássemos a partícula de objeto direto , seria simplesmente uma constatação de que eu quero comer kimchi, sem ênfase alguma na vontade.

5. 나는 학교 가고 싶다.
Eu quero ir à escola. / Quanto a mim, onde quero ir é para a escola. (A escola é o local onde quero ir, e mais nenhum outro - nesse momento)

Quem é o doido que diz uma frase dessa, não? xD

Bom, é o mesmo esquema da sentença anterior. A escola é o local de desejo do falante, portanto enfatiza-se com o . Se colocássemos uma simples partícula de direção (), seria somente uma constatação de que a pessoa quer ir à escola - mas que poderia muito bem ir à sorveteria se alguém chamasse logo em seguida.

Entendido?? :)

Ouça as frases aqui:


Esse post não garante que todas as dúvidas sobre essas partículas sejam sanadas. Eu mesma tenho dúvidas e por isso continuo estudando elas. Porém acredito que tenha ajudado um pouco a compreender um pouco mais o assunto e ter mais conteúdo na cachola para discutir e comparar com outros conteúdos, não é? :)

Qualquer dúvida é só gritar.

18 comentários:

지카 disse...

Na parte que o sr. Tanaka fala "제가 썼어요"... Ele poderia falar "저는 썼어요"?

Ai eu entendi a diferença, mas não sei em que momento usar qual.

바보 disse...

지카, nesse momento ele não pode falar 저는 썼어요. Precisa ser o 제가 porque a pergunta é QUEM escreveu, e como ele quer enfatizar que quem escreveu foi ELE (e não o João), usa-se o 가.
A pergunta foi feita com 누가 (quem), então deve-ser responder com ___가 também. :)
Lembre-se que nao existe 누는, pois quando se pergunta "quem", a ênfase é exatamente nessa questão, então tem que usar o 가! OK? :)

NRM disse...

Juro que esse post mais me confundiu que ajudou... vou fingir que ele nunca existiu e continuar usando o instinto... tava funcionando! XD

Mila disse...

Nháááá finalmente!!!! \o/ *chorando de emoção* :'(
Aileen minha fia, muito obrigada! *O*

Agora sim, muita coisa passou a fazer sentido! hehe :)
Acho que eu finalmente consegui pegar o espírito (maligno) da coisa! ^^
Mas pra num perder o custumbri xD, eu tenho dúvidas! :P
Na verdade, é uma coisinha só! É que tanto no exemplo 4 como no 5, cê colocou aquele pedacinho embaixo explicando o que aconteceria se a gente colocasse as outras partículas (를 e 에), certo? Entonces, olha se eu entendi direito: o objetivo de se utilizar o 가 depois da palavrinha é dar ênfase ao fato de que você quer só aquela coisa e nada mais, certo? Quer dizer, se eu optar pelas outras duas, posso dar a entender que tô querendo outras coisas também, é isso mesmo?

Ah, tem outra coisinha também...
É que eu num consegui pegar muito bem essa frase 6 não! :S
Nessa partinha debaixo, onde cê explicou a diferença, eu jurava que a explicação da primeira era pra segunda e vice-versa! hehe xD
É porque assim, se a primeira diz diretamente que a pessoa tem que comer, então comer num ficaria sendo o foco da frase e, consequentemente, precisaria do 가 ao invés do 는 não? o_O
G-zuis, nem sei mais que que eu tô falando, me confundi toda já! :P
Eu realmente não entendi o espírito dessa frase, ajude-me per favore! xD

Obs: Um dia eu ainda consigo pronunciar as frases tão bem (e rápido) quanto ocê! *O* (Amém!) \o/

Bjos :*

Mattheus disse...

아~ finalmente baixou o santo e eu entendi isso! depois de 30 anos ㅋㅋㅋㅋㅋ

고마와 누나! ㅋㅋㅋ

누나, 난 부고 싶어! ㅠㅠ

바보 disse...

NRM: Sério?!?! Nao fala isso que eu fico triste! Meu esforço jogado no lixo! hahaha xD

Mila: haha, de nada. E desculpe pela demora! :P Mas vamos às duvidas:
É isso mesmo, o 가 é restritivo, não abre possibilidades de que haja outros elementos na parada, ao passo que se usar as partículas comuns (no caso, 를 e 에), essas dao possibilidade de haver outros elementos. :)

Qto à frase 6, agora até eu me confundi agora!!! msa entendi sua pergunta. Me expressei mal na hora de explicar o "comer". Na verdade o verbo comer nessa frase ta como "식사 하다" (fazer refeição), então a ênfase é no verbo (fazer), só que eu traduzi como "refeição" só e escrevi que a ênfase tava nela. Mas na verdade é no verbo, que é o 하다. Entao é 는 mesmo.
Malz!!! vou corrigir e explicar melhor!
Sua observação faz bastante sentido! :) Como sempre, ne? minha auditora xD
Obrigada!!!

E treine bastante a pronuncia! Qualquer dia vou pedir pra vcs me mandarem arquivos de vcs lendo hehehe! pra avaliar a pronúncia.
beijos!

바보 disse...

Hahaha, legal que entendeu, Mattheus!!! ^^ bons estudos!!

NRM disse...

hahaha nada contra vc 바보, mas sempre que começo a ler sobre coisas q eu sei (ou acho que sei...) eu fico mais confuso... XD

Meu 6º sentido costuma funcionar melhor que meu lado racional! XD

Mila disse...

Hehe, magina cumade (a intimidade da pessoa xD), eu fico feliz em ser útil! ^^
Até porque, quando eu te ajudo, na verdade eu tô me auto-ajudando também! hehehe xD
Mas agora que cê explicou melhor essa coisa da ênfase, acho que eu finalmente consegui entender o negócio! Mucho tênkiu! :D

Agora, só pra eu entender de vez essa parte do 가, teria como cê me mostrar uma situação em que seria mais conveniente usar as outras duas partículas? Só pra eu poder distinguir direitinho quando usar uma e outra, depois prometo que paro de encher o seu saco! huahuahua

Ah, e pó dexá que eu vou treinar beeem a minha pronúncia aqui entonces, que eu não quero fazer feio quando a 선생님 vier me avaliar! huahuahua

Bjos :*

바보 disse...

Oi, Mila!
Desencana, pode perguntar o quanto quiser! Enquanto eu puder ajudar, ta blz :) So q eu demorou um pouco pra responder hehe.

Entao, aqui nessas duas frases, a diferença é:
아이스크림 먹고싶어 - quero tomar sorvete, como uma constatação. Quero, mas não é meu único desejo no momento. Se tiver suco eu tbm tomo.
아이스크림 먹고싶어 - quero tomar sorvete e só sorvete! É meu objeto de desejo no momento. - Sorvete é o que eu quero tomar.

집에 가고 싶어 - quero ir pra casa, mas somente como uma constatação, não um desejo que se quer enfatizar.
집이 가고 싶어 - O local para onde quero ir é a casa, e nenhum outro lugar mais.

Acho que os exemplos ficaram bem parecidos com o que ja havia falado... :( mas é praticamente isso mesmo, na hora de desejar algo, depende da ênfase que vc quer dar. O 가 enfatiza mais. :)

Mila disse...

Ah, tem problema não. Afinal, todo mundo tem seus afazeres diários! hehe ^^

Mas agora eu acho que entendi de vez o negócio! :)
E foi ainda melhor porque cê usou o 싶어 nos exemplos, que era exatamente o que eu queria! :D
É que na minha cabeça, eu num encontrava uma possibilidade de dizer "eu quero tal coisa", mas ao mesmo tempo dar abertura a outras também, e era isso que tava me confundindo! :P Mas como eu disse, agora eu já peguei a profundidade da intenção! hehe xD
Muito obrigada mais uma vez! ^^

Tais Marie disse...

안녕하세요 언니.
Pois é, vc dizia na sua explicação que a forma correta de 는/은 pós-batchim é o 은, mas olha com o quê me deparei vendo algumas letras de músicas:

않는
없는
???

Com as partículas 가/이 se aplica essa irregularidade também? E é em todo batchim composto que funciona?

Quero entender pra poder praticar melhor...agradeço antecipadamente!
Abrazones!

바보 disse...

Oi, Tais Marie!

Obrigada pelo comentário! Vc apontou um ponto interessantíssimo! :D

Sim sim, a regra é essa mesma que vc falou e que eu havia escrito no post. Porém, o que acontece com essas duas estruturas 않는/없는 possuem uma categoria que ainda não vimos. Tratam-se de estruturas descritivas, que levam esse 는 mas que não têm a mesma função de tópico.
Assim:
않는 = 않다 + 는
없는 = 없다 + 는

않다 é a forma plana de "não ser". Quando pegamos esse verbo e juntamos com a estrutura 는 (que não é partícula de tópico, mas sim estrutura descritiva), ela se torna 않는 mesmo. Usa-se a raiz do verbo (않) mais o 는, e aqui não há como modificar a raiz de um verbo para seguir a regrinha de batchim, ok?

Se pegarmos, por exemplo,
가지 않는 이유가 있다 - Tenho uma razão para não ir.:
- 가지 않 vem de 가지 않다 (não ir)
- adicionando 는, a parte 가지 않다 descreve o elemento seguinte, que é o 이유, ou seja, "não ir → razão" = "razão para não ir". Por isso é chamado de elemento descritivo.

O mesmo vale para o verbo 없다. Pega-se a raiz 없 e soma-se com o 는.

시간이 없는 사람 - Pessoa que não tem tempo.
시간이 없다 descreve 사람 com o uso de 는.

Mas vou explicar isso mais detalhadamente num proximo post, ok? :)

Mila disse...

Mel-dels! o_O

Tá, eu vou fingir que não li este comentário e continuar sendo uma pessoa feliz até o dia em que vc publicar esse post! xD
*qndo a gnt acha que finalmente resolveu os problemas com a bendita...* :P

NRM disse...

É, acho que já tinha lido sobre essa coisa que você comentou 바보... acho que tem no meu dicionário... ou alguma outra coisa... ou ambos! XD

Vanessa disse...

Aeeeee, finalmente to sentindo que entendi! Ou seja, que vou ler uma frase e entender qual a parte mais importante (mesmo que eu não saiba o significado da palavra hahaha)
Nem vou ler os comentários, que eu costumo ler, pra deixar meu entendimento intacto na cabeça, senão vai "cafundir" tudo :P
Mas o que eu queria comentar, sei lá se vai ajudar alguém:

1. 타나카씨는 책을 썼어요.

2. 타나카씨가 책을 썼어요.

Na 1 seria tipo "Sabe o senhor Tanaka? Meu, ele escreveu um LIVRO! O máximo que eu pensava dele era só vender picolé na praia!" (sem querer ofender quem vende picolé na praia hahaha)
Enquanto na 2 seria tipo "Sabe aquele livro que eu acho demais? É, é do senhor Tanaka, sim, um dos meus autores preferidos :D"

Espero que tenha acertado nos exemplos hahaha

바보 disse...

Oi, Vanessa!
Nossa, um século depois eu respondo a esse comentario...
Entao, é por ae mesmo a sua explicação! :D Mto boa a exemplificação que vc fez, hehe! È isso ae! :)
Nossa, realmente nao to conseguindo responder aos comentarios em dia... >.<

Luma disse...

안녕하세요, 누나!~^^
Seus posts têm me ajudado bastante com coreano! ^^
Eu deixei umas perguntas em outros posts, mas acho que você não viu :(
Um falando sobre a 2ª pessoa e outro sobre como falar "Eu quero... (alguma coisa)" 8D

Enfim, esse post sobre as partículas iluminou um pouco a minha cabeça 8D
Mas continuo meio confusa!
Por exemplo, eu posso dizer:

"내가 커피를 마셔요." ? (Eu bebo café)

E a diferença entre as partículas é que uma dá importância à pessoa (가) e a outra dá importância à ação (는), né? Por favor, me ajuuuuuuuuuuuuude! ><